Notícias

Desafios do mercado de tradução na área de petróleo e gás

De extrema importância para diversos setores, as traduções tiveram grande crescimento no Brasil. Além de áreas de navegação, mineração, siderurgia e medicina, nas quais as traduções técnicas estão presentes no cotidiano, o setor de petróleo e gás, que tem se posicionado como um dos mais promissores atualmente, contribui para o crescimento desta atividade.

Como consequência imediata, a demanda por profissionais para a tradução desta área, assim como vários outros setores que envolvem seus processos, cresceu bastante e permanece em alta. Em contrapartida, o número de pessoas qualificadas para esse tipo de trabalho é muito inferior à necessidade das companhias. Há uma carência generalizada de profissionais capacitados em todas as áreas de atuação, e a tradução está longe de ser uma exceção.

Apesar da necessidade urgente, a especialização de pessoas para suprir essas demandas é fundamental. Como a profissão de tradutor não é regulamentada, não existe uma formação ideal. Isso possibilita que qualquer pessoa que se considere capaz e preparada em tese a exerça. Contudo, embora não haja a exigência da formação, não há dúvida de que se faz necessário muito estudo para o bom desempenho do profissional dessa área. O simples fato de saber inglês fluentemente não é o suficiente para ser um bom tradutor, pois esse profissional não pode apenas escolher as palavras que ele julga serem melhores, mas sim utilizar termos específicos. Para exercer a profissão com primor, é essencial se especializar em um segmento. O bom tradutor, além de buscar a especialização em áreas específicas, precisa estar sempre pesquisando e atualizando seu conhecimento para aprimorar seu trabalho.

As traduções simples são aquelas que não possuem fé pública, ou seja, podem ser realizadas por um tradutor não juramentado e utilizadas para qualquer fim. Na maioria das vezes, são traduções de propostas comerciais, laudos, manuais e normas técnicas. Para atender a essa demanda com qualidade, são necessários profissionais bem preparados, preferencialmente com vivência nas áreas-alvo, e mais familiarizados com o vocabulário, termos técnicos e com a própria dinâmica do negócio.

Para ser um tradutor técnico bem-sucedido, deve-se buscar a capacitação técnica. Como o campo de tradução é bastante amplo, vale também ressaltar a área da interpretação, que se divide em simultânea e consecutiva. Neste segmento, existe um grupo mais seleto de profissionais, altamente especializados e requisitados que, dentro da área, costumam ser os mais bem remunerados.

O mercado de tradução é grande e dinâmico, mas tem concorrência cada vez mais acirrada. Porém, sempre há espaço para novos profissionais, desde que se diferenciem de alguma forma, seja por um estudo específico, uma pós-graduação ou pelo domínio de ferramentas. A especialização em setores em que o crescimento é eminente deve ser o caminho para se alcançar o sucesso e aproveitar as oportunidades que surgirão nos anos que estão por vir.

*Bruno Nogueira é graduado em administração de empresas e sócio da Prowords.

Ver todas as notícias